Publicado em: 29/06/2020 às 22:38

Sindicato de Esperantina ingressa na justiça cobrando pagamento de adicional de insalubridade de servidores

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Esperantina (SINSPUME) ingressou com uma Ação na justiça cobrando da prefeitura o pagamento do adicional de insalubridade dos servidores da secretária de saúde.

De acordo com o sindicato, a prefeitura estaria pagando o adicional de 40% com base no salário mínimo e não em cima do vencimento (piso salarial) de cada servidor, o que estaria provocando perca salarial dos funcionários.

O Juiz da Comarca de Esperantina, Drº Ítalo Márcio Gurgel, publicou uma decisão dando um prazo de 15 dias para a gestora apresentar sua defesa e contestação da denúncia, sob pena de revelia e presunção de veracidade das alegações feitas pelo sindicato dos servidores.

Decorrido o prazo com ou sem manifestação, o processo deverá retornar concluso para o magistrado dar os encaminhamentos necessários.

Deixe sua mensagem

Portal Rio Longá | Copyright © 2012-2014 | Todos os direitos reservados